27 abril 2015

A importância da rotina para bebês e crianças.

Fonte: Google Imagens
Desde que nascemos estamos programados à viver sob rotina. Pela praticidade que ela nos trás... Mesmo que você não seja metódico, vai se observar fazendo tudo com uma sequência, logo, isso é uma rotina.
Uma mãe com rotina pronta, é uma mãe segura e feliz, logo, um bebê tranquilo.

Uma das principais importâncias da rotina para um bebê, é a facilidade que ela nos trás. Atualmente as mães trabalham fora, o que requer cuidados de terceiros. Com a sequência de atividades já pré estabelecida, fica muito mais fácil e confortável para a mamãe, o baby, e o cuidador.

É importante que o bebê aprenda que têm horário para determinada função, o próprio organismo se adapta, fazendo com que tenhamos um pouco mais de controle sobre qualquer possível situação. 

A criança se sente segura quando sabe o que vai acontecer. Por exemplo, as minhas meninas sabem que depois do banho vem a mamadeira, mas, se eu der o leite antes, elas vão mamar duas vezes, mesmo sem apetite.



Com 6 dias de vida! ♥

Uma rotina de um bebê é constituída de poucas funções: alimentação, banho, brincadeira, sono, e momentos de carinho com a família.
É importante frisar, que devemos adaptar o bebê a nossa rotina, e não ao contrário. Tenha em mente que ele chegou depois, então deve caminhar conforme o ritmo da casa. Lógico que aos poucos, de forma serena, mas que futuramente possa ser facilmente compreendida. Isso não é egoísmo, e você não é nem um pouco menos mãe por isso... é apenas a forma certa para que no futuro isso não cause exaustão.

Os pediatras aconselham a iniciar uma rotina a partir dos 2 meses, mas, eu repito o mesmo processo desde que chegamos do hospital. Pouca coisa mudou, apenas adaptei horários conforme elas foram crescendo, e sempre deu certo. Eles estipulam essa data, para que você não cobre de um bebêzinho toda essa responsabilidade. Eles vão acordar a noite, sentir cólicas, fome várias vezes ao dia...isso tudo faz parte.
Curtindo a copa... horário de leves brincadeiras e estímulos sensoriais!

Não estou dizendo para deixar o bebê chorar sozinho até adormecer, ou coisas do gênero. Deixe que o bebê mostre quais as suas preferências, para que você possa adaptar a sua realidade. É simples. Evite sair e ter refeições fora de casa, até descobrir quais os sinais que seu bebê vai mostrar.

Por aqui, a melhor maneira de introduzir a rotina foi com a noturna. Banho, pijama quentinho, mama, luz do abajur e cama. Facilmente elas pegaram o ritmo durante o dia, e já tiravam as horas necessárias de soneca, e dormiam muito bem a noite.

Siga seu instinto materno e confie na sua intuição de mãe, sabendo quando intervir e como administrar bem os horários.

Como funciona por aí? Me contem!
Beijos. ♥