27 fevereiro 2015

Gás para aliviar dor do parto - Ganhando força nos EUA

Olá pessoal,

Hoje venho contar pra vocês sobre o gás do riso, que já é bastante comum entre mulheres prestes a dar à luz em países como Suécia, Inglaterra e Canadá. Cada vez mais popular nos Estados Unidos. Praticamente desconhecido no Brasil.
Esse é o óxido nitroso, mais conhecido como gás hilariante ou gás do riso, trata-se de uma sedação consciente, ou seja, o gás age relaxando o paciente enquanto o anestesia, mas sem que ele perca a consciência e possa reagir a estímulos.
O quadro pode ser revertido a qualquer momento, através da inalação de oxigênio.
Profissionais da saúde e mães entusiastas relatam os benefícios do uso do gás, como uma opção a mais para as mulheres em trabalho de parto. É menos invasivo, e com menos riscos que uma anestesia como a peridural.


Gás muito utilizado em consultórios odontológicos 



Em países europeus e no Canadá, o uso do óxido nitroso é tão tradicional que na maioria das maternidades ele já está instalado no quarto. No caso de partos domiciliares, cilindros do gás são levados por parteiras (ou até mesmo, doulas) para as casas das grávidas.

As complicações durante o trabalho de parto causadas pela anestesia são "consideráveis": causam 5% de mortes entre as mães; no entanto, também "se podem prevenir facilmente", segundo números da Sociedade de Obstetras e Ginecologistas (ACOG, na sigla em inglês). Igualmente, a ACOG previne que o gás nitroso ao ser inalado atravesse a placenta, e sua administração deve ser feita com as devidas precauções e em baixas concentrações para não prejudicar o bebê com a síndrome de depressão neonatal.
Apesar de todos os benefícios, apenas 1% das mães dos Estados Unidos optou pela alternativa em 2011, em contraste com 50% de mulheres que usaram o 'gás do riso' para amenizar as dores do parto na Finlândia, no Canadá e na Austrália.
O procedimento é muito simples: antes de cada contração a mãe inala o gás através de uma máscara e a dor demora menos de um minuto a sumir, aproximadamente 30 segundos; depois, assim que a mulher deixa de respirar por este meio, os efeitos do gás desaparecem.
Gostou do post? Compartilhe nas suas redes sociais clicando ali embaixo!                    Curta nossa fanpage, e nos siga no Instagram para acompanhar todas as novidades!